Sejam bem-vindos ! O objectivo deste blog é divulgar Artistas Portugueses que se enquadrem no movimento artístico contemporâneo, tendo como principais ferramentas de expressão: a Pintura ( meio que o blog privilegia), Desenho, Escultura, Instalação e Video-Art. O critério de selecção está directamente relacionado com o Conceito, Qualidade e Criatividade dos artistas, independentemente de estes serem conceituados ou não, no entanto a escolha tem como prioridade a selecção de artistas pouco conhecidos e por descobrir,mas que demonstrem uma verdadeira paixão pela arte, não esquecendo é claro a qualidade das suas propostas criativas.

....Arte Contemporánea por Artistas Portugueses....

...Contemporary Art by portuguese Artists....

15 dezembro, 2010

Inês Amaro


"Cães em paisagem espelhada",  Acrylic on canvas, 80x60 cm, 2010

 Independentemente das diferentes expressões linguísticas, que vão surgindo actualmente no mundo da contemporaneidade da arte, e dos novos mediuns, onde proliferam cada vez mais abordagens tecnológicas, o figuracionismo na pintura, irá se manter sempre como um elo de apropriação artística. Poderá este nem sempre estar associada às novas tendências de exploração contemporânea, no entanto, seu conhecimento e prática, deveriam ser sempre uma das estruturas basilares para a criação e evolução de um artista plástico, que nunca deveria esquecer as origens primárias da arte.
 Inês Amaro sendo uma convicta da figuração na pintura, explora em suas obras de médio formato associações de dualidade, onde as composições adquirem simetrias de construção, ou porque não projecções que  espelham o seu congénere. Nestas abordagens pictóricas, que tanto nos transmitem senso de harmonia ou introspecção, auxiliados pela organização do espaço e dos elementos da pintura, deparamos-nos com a apropriação de um grande sentido de cor e de formas estilizadas ,que muito se aproximam de silhuetas, no entanto coloridas.
 No seu todo, as obras de Inês, pragmatizam-se claramente por uma certa afinidade com a temática paisagística e surreal, já encontrada em antigas pinturas, onde predominava uma certa nostalgia e melancolia, adensada por uma certa monocromática tendência plástica, onde figuras, provavelmente familiares da artista, contemplavam-se em situações fotográficas usuais, onde o desmembramento corporal criava um halo de mistério. Esta mesma aura de neblina mística, surge em seus mais recentes trabalhos, no entanto as cores seleccionadas remetem-nos para um mundo mais colorido, em que o conjunto de toda a figuração,  elucide-nos vagamente para uma interpretação que poderá ter alguma carga política e social, como por exemplo a igualdade entre povos e raças, ou mesmo uma certa tendência sentimental e verdadeira pelos direitos dos animais.
 A simplicidade e a profundidade sensitiva,  são provavelmente os adjectivos adequados para definir a artista em questão, pois nem sempre a parafernália de tecnicismos artísticos e complexas composições, conseguem ter um resultado final de qualidade expressiva.

Nenhum comentário:

...Obrigado pelo Visita...Thanks for the Visit...