Sejam bem-vindos ! O objectivo deste blog é divulgar Artistas Portugueses que se enquadrem no movimento artístico contemporâneo, tendo como principais ferramentas de expressão: a Pintura ( meio que o blog privilegia), Desenho, Escultura, Instalação e Video-Art. O critério de selecção está directamente relacionado com o Conceito, Qualidade e Criatividade dos artistas, independentemente de estes serem conceituados ou não, no entanto a escolha tem como prioridade a selecção de artistas pouco conhecidos e por descobrir,mas que demonstrem uma verdadeira paixão pela arte, não esquecendo é claro a qualidade das suas propostas criativas.

....Arte Contemporánea por Artistas Portugueses....

...Contemporary Art by portuguese Artists....

02 novembro, 2010

Ricardo Crista


" Crack ", Mix Media on canvas, 90x90, 2010

 O trabalho artístico de Ricardo Crista, tem como principal fundamento, a exploração da composição geométrica e o cromatismo associado à ilusão óptica. As linhas verticais tal como as horizontais, são algumas das formas que prosperam nesta pintura simples mas interessante de associações construtivas.
 Em seus trabalhos mais recentes, nota-se a existência de um certo realismo disfarçado pela abstracção não fundamentada, mas controlada, dando-nos  a sensação de estarmos perante pinturas inacabadas e incompletas, que no seu processo de construção, as linhas criadas com o auxílio de fitas adesivas, delimitam as linhas da composição, permitindo assim o perfercionismo de suas direcções, sem desníveis topográficos. É neste ponto que nos questionamos de sua existência, terão estas fitas sido esquecidas e abandonadas, ou simplesmente esperam a secagem das cores frescas nas áreas adjacentes e fronteiriças?  Após uma observação mais cuidada, descobrimos que as fitas são pintadas de forma hiper-realista, provocando um efeito de trompe-l’oeil, sendo esta uma técnica artística que, com truques de perspectiva, cria uma ilusão óptica mostrando objectos ou formas que não existem realmente.
 Mais um vez nos questionamos a razão pela qual o artista empreendeu tal esforço na representação destas fitas, serão elas os elementos fundamentais que ostentam toda a composição, sendo os alicerces e as juntas de junção das fromas criadas e do seu espaço envolvente, em que sem elas toda a pintura se poderia desmoronar que nem um castelo de cartas? Ou será mesmo a intenção do artista de criar interrogações no observador, que poderão ser caricatas? Seja qual for a razão, uma coisa é certa, a abstração criada, tem assim um valor acrescido de interesse, afirmando assim a razão de sua existência.

Nenhum comentário:

...Obrigado pelo Visita...Thanks for the Visit...